RESPOSTA A BBC: Masculinismo Viking e o perigo dos homens na Internet!

3 Просмотры
Издатель
RESPOSTA A BBC: Masculinismo Viking e o perigo dos homens na Internet!
.
Link do curso de inglês do Victor Riva:
DIGITE: submundo e ganhe 50% de desconto!
AJUDE O CANAL TORNANDO-SE MEMBRO a partir de 2,99 ou pelo APOIA-SE:
Conteúdo exclusivo para doadores: Apoia-se:
PATREON:
PICPAY: Acesse o link
Telegram: Submundo Intelectual

Instagram:
Facebook:
Twitter: @Juniorex
WhatsApp: #mgtow #SubmundoIntelectual
.
"Outra consequência imediata é a perseguição de pessoas que estudam gênero e sexualidade, como a professora Lola (Aronovich, da Universidade Federal de Fortaleza) e a Debora Diniz (das universidades de Brasilia e Brown, nos EUA)."

Ambas são vítimas de constantes ataques e ameaças online vindas de grupos radicais identificados com masculinistas brasileiros, alguns investigados pela polícia.

Muitos vídeos associados a tribalistas circulam há anos também em português — algo que se tornou mais frequente, segundo a professora, desde a eleição de Jair Bolsonaro, em 2018.


Como acontece em outros grupos sociais, o termo engloba um universo heterogêneo de adeptos. Em comum a todos os grupos, conta a professora, há "um elogio ao tipo de homem viril que se acredita ter sido perdido nas últimas décadas".

"Eles reivindicam uma virilidade da caça, da guerra. Alguns são mais religiosos, outros não são. Há grupos que se identificam com romanos, com espartanos. Outros, por exemplo, reivindicam uma estética viking, ou se identificam com grupos indígenas norte-americanos, como no caso do sujeito de Washington, que estava com uma roupa de bisão norte-americano", explica Pinheiro-Machado.
Категория
Трендовое видео
Комментариев нет.