Zona de Risco - A Vida do Crime - Video Clipe Oficial

15 Просмотры
Издатель
Artista: Zona de Risco
Música: A vida do crime.
Refrão: Black Ney
Imagens: Rafael Lages.
Assistente de Direção: Léo loko
Produção Musical: Zona De Risco.
Mix: Mindo da paz
Master: Marquinho da paz
Contatos para shows:
Instagram: @zonaderiscorap
Facebook: @zonaderiscorap

A vida do Crime.

Mais uma noite em claro cabreiro o tempo inteiro
Em busca de uma saida acordando do pesadelo
Entre o certo e o errado entre o ódio e o amor
Entre sodoma e gomorra e a intercessão do pastor
Que no culto de domingo na ministração
Faz você chora se entrega e levanta a mão
Pra no mundão rapidamente não perecer
Se perder na noite e nunca mais ver o amanhecer
Viver pra que se na vida só decepção
Sei que vou cair sem ninguém pra me estender a mão
Desde pequeno trilhando o próprio caminho
Pagando veneno aprendendo a levantar sozinho
Sem leite ninho sem carinho sem o pai do lado
Somente o sonho de comprar um oitão refigerado
Tudo acabado pensando assim nessa idade
Com o coração pedrificado cheio de maldade
Presenciando trapaças e contradições
Sempre disviando de cobras e escorpiões
Mantendo alerta meu instinto de sobrevivência
Pra não fracassar e tentar passar da adolecência

Refão:
No meu caminho eu vou
Seguindo em frente sem olhar pra trás
Várias sequelas o tempo deixou
Mais vou superar sei que sou capaz

A vida do crime é complicada eu sei
Mais já tomei a minha decisão
E eu decidi ser fora da lei
Com estatuto e fuzil na mão

São sete da manhã o sol clareia o campo de guerra
No Vietnã o clima é tenso nas ruas de terra
Cada quebrada uma biqueira uma demarcação
Cada viela uma fronteira sem jurisdição
To envolvido na cena assisto tudo de perto
Aprendo a ser violento aprendo andar pelo certo
Os dias passam e com o tempo vem a aptidão
Estudei tamto que no crime me formei ladrão
Premiação um estágio na agência bancária
De colete capacete e toca na cara
A chance é Rara e eu sei o significado
De cada lagrima de cada centavo roubado
Eu poderia até ser músico ou jogador
Mais no meu sonho mano nunca nimguém deu valor
Vamo que vamo sem fraqueza o momento chegou
Mesmo que eu morra que se dane vou sentir o sabor
De render o gerente os bico do carro forte
Mostrar o dedo pra camera e sair com os malote
E ser protagonista irmão da própria história
Seja o que deus quiser já tô com o pé na giratória

Todo mundo de cara pro chão
Não quero ninguém olhando pra mim

Refrã
No meu caminho eu vou
Seguindo em frente sem olhar pra trás
Várias sequelas o tempo deixou
Mais vou superar sei que sou capaz

A vida do crime é complicada eu sei
Mais já tomei a minha decisão
E eu decidi ser fora da lei
Com estatuto e fuzil na mão
Категория
Криминал
Комментариев нет.